28 de ago de 2010

quem pode explicar o que acontece?



ás vezes eu vejo alguma imagem então salvo com a expectativa de escrever algo sobre...
foi isso que aconteceu com estas "moranguinhos".
doce encantamento de minha infância ela, a "moranguinho" assim como eu, se transformou.
e não gostei [prá variar] do que vi!
algumas mudanças não deveriam acontecer na vida.
não falo de rugas no rosto,
falo de algo bem mais concreto
lá... do alto de seus 5 ou 6 anos sua vida inteirinha
já esta planejada
você vai se casar com o menino de óculos da 2ª série
terá dois filhos lindos
será uma renomada médica
sua casa será maravilhosa
e claro,
você será "FELIZ".
não sei onde a história se torce toda e tudo muda...
o menino deixa de usar óculos, talvez
medicina não é a melhor opção, quem sabe...
filhos? hummmm ... sei não
o fato é que o rumo muda!
mas, fala sério... não estava tudo tão certinho?
tudo tão planejado e organizado?
pq diabos tinha que mudar...
principalmente a parte do ser "FELIZ"?
quem pode explicar o que acontece?
22 de ago de 2010

depressão

e sem perceber deixei a vida passar.
ano após ano.
planos deixados de lado.
deixados prá depois.
postergados para amanhã.
programados para nunca mais.
sem querer envelheci.
foi sem querer também que deixei de sorrir.
quando dei por mim, passou...
me peguei chorando.
também me surpreendi rezando!
fechei os olhos e a vida anoiteceu.
por falar em olhos eles já não enxergam mais como antes.
lhes falta juventude para relevar as ignorancias da vida.
meus segredos já não tem a mesma importancia.
não confio em meus pensamentos... aliás não confio!
desacreditei de quase tudo.
isolei-me da imensidão por me sentir pequena demais.
e me resta quase nada... e o tão pouco pode ainda assim me sufocar!
1 de ago de 2010

Mas sabem como é... nem tudo que reluz ...

Ela não sabia meu nome ~~~ nem eu o dela.


Aliás, nem sabíamos da existência uma da outra.

Um dia em uma tuitada qualquer lá estávamos discutindo as relações do universo.

Ela contou-me alguns segredos.

Eu lhe contei outros.

Não nos conhecemos.

Nunca nos vimos.

Falamos-nos apenas.

Eu uma mulher. Ela uma menina [ok, nem tão menina assim!]

Mas gente boa.

Com características que aprecio no ser humano.

Parece-me leal.

Real.

Uma guria com personalidade forte.

Que curte a vida.

Batalha por ela.

Uma mulher.

Como todas "ama e desama".

Procura em alguém algo que ela mesma não tem certeza se possui ou se quer para a vida toda.

Uma segurança e um amor que, sinceramente, não sei se nós MULHERES REAIS, somos capazes de suportar.

Minha amiga quer um sexo voraz. Um toque carinhoso ao amanhecer.

Um sorriso rasgado e compromissado. . .

Uma cumplicidade concreta.

Ela quer beber acompanhada. Almoçar e Jantar!

Alguém que questione o corte de cabelo [o seu, o dele!].

Talvez alguém que silencie.

Que ouça músicas legais e queira cantar em seu ouvido a parte que diz: "eu te amo..."

Ela quer alguém verdadeiro.

Minha amiga não sabe... Mas acho que um dia encontrou esse "alguém". . .

E ele se foi!

Certeza que ele voltará!

Talvez não no mesmo corpo. Nem na mesma alma.

Seus gêmeos de um belo pai! Quem sabe...

Às vezes acho injusto saber dessas coisas somente agora!

Na idade de minha amiga esse meu olhar sobre o mundo faria toda a diferença.

Sei lá se ela me entende ou me ouve ou me lê!

Mas tento passar a ela, como tento passar para minha filha, o quão valiosa é a vida.

Os momentos de alegria.

As emoções.

As loucuras.

Ela esta aqui, A VIDA.

Não está lá na frente nem "já passou".

Saber disse é ouro!

Mas sabem como é... Nem tudo que reluz ...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

Blog Template by YummyLolly.com