20 de mai de 2011

Ela...


Ainda não inventaram arma mais poderosa que a consciência.

Você condena. Perdoa. Julga.

Mas somente ela pode TE condenar. TE perdoar. TE julgar.

É uma pistola destravada mirada para aquilo que você mais preza: sua vida.

Não há como fugir.

Não há como enganar.

Nem mentir.

A consciência mutila justificativas... Desculpas...

Ainda não inventaram arma mais poderosa...

Você deita... Dorme. Acorda. Vive...

E ela lá... Como guardiã incansável dos seus segredos e desejos...

Guardiã? Esta mais para carrasco...

Ela te arranca do conforto...

Ela te destrói!

Se leve... Pode parecer "vazia"...

Se pesada... Pode matar!

Não me olho mais no espelho... Sensação eterna de que ela esta lá...

Rindo da minha cara...

Minha consciência...

E a sua?



1 comentários:

max junior disse...

a minha tem rido de mim acho q desde que eu nasci. mas as vezes eu a ignoro, finjo que não é comigo, dou uma de joão-sem-braço, sabe.
mas geralmente perco. sempre me fuedo.
aproveite enquanto pode :)

bjs

Postar um comentário

Obrigada pela curiosidade...
minhas palavras são sinceras.
Reflexo do que vivo, ouço, vejo!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

Blog Template by YummyLolly.com