28 de mai de 2011

Quem escreveu este texto?



Tenho falado muito nos últimos dias que "sou duas..."
Há uma bipolaridade cotidiana que me abastece de alegrias...
Amores.
Realizações.
Medos...
Raivas...
Sufoco.
É tão real que a sensação de que vivem duas pessoas no mesmo corpo é inevitável
Uma que ama. Zela. Preza. Reza.
Uma que chora. Ri. Torce.
Uma que sonha. Deseja. Realiza.
Que tem e cultiva amigos.
Uma que dança mentalmente
E quer pisar na grama molhada de pés descalços.
Uma que não se importa com status. Nem dinheiro em demasia.
Uma que tem vontade de abraçar pessoas estranhas.
Que planeja um jantar com TODA família... Todas as pessoas distantes!
Essa tem sido mais presente, Parece mais viva.

"A dona da casa"... Aquela que habita desde sempre toda minha alma
Aos poucos mostra que esta cansada.
Falo "daquela" que é inquieta.
Impulsiva.
Ignorante. Sem paciência.
Sem meios. Só "fins".
Daquela que tem coragem de negar beijo na filha.
Nega apoio e carinho para a mãe.
Que ironiza todo o universo.
Ridiculariza o resto.
Que considera "resto" toda humanidade.
Que desdenha almas.
Que não gosta de flores.
Nem de presentes.
Que conquista. Mas não sabe exatamente pq o fez.
Depois "simplesmente" abandona.
Que grita quando deveria ouvir.
Que gasta impulsivamente...
Que não tem medo de nada.
Aquela que nunca amou. Nem imagina como fazê-lo.

A cena é clara:
Há duas de mim numa quebra de braços...
Não há forte nem fraco.
Eu preciso fazê-las uma só.

Com o melhor de cada uma.

Não será uma tarefa fácil.
Nem de curto prazo.
As duas ainda não sabem... Mas não são elas que decidem meu destino.

Eu ainda tenho uma única dúvida.
Quem escreveu este texto?

1 comentários:

josianaleite.leite@gmail.com disse...

Que bom saber que esse duelo, também existe com outras pessoas, ótimo texto, abraço.
Josiana Leite-Decorafino

Postar um comentário

Obrigada pela curiosidade...
minhas palavras são sinceras.
Reflexo do que vivo, ouço, vejo!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

Blog Template by YummyLolly.com