14 de abr de 2011

Catapora

Antônia está com CATAPORA.
E como aqui em casa tudo é sempre motivo para aprendizado e evolução.. vê-la toda empipocada e se coçando não seria diferente.
Nossa rotina com ela é recheada de "compromissos" como sabiamente a dinda da Toni falou.
Tem sido assim desde que nasceu.
Temos orgulho do avanço dela. De todas as pequenas GIGANTES conquistas da guria!
Ela fará três aninhos em julho.
Se fechar meus olhos.. agora... neste exato momento posso senti-la... miudinha no dia em que nasceu.
A CATAPORA da Antônia tem me feito refletir sobre como pequenos zelos podem ser terapeuticos.
Toni esta mais manhosa. Mais mimada. Tem querido meu colo. Meu abraço.
Ela me procura pela casa como se me dissesse: me ajuda.. tá dodói demais!
Essa carência é sintoma do quadro em que se encontra!
É assim que nos sentimos quando uma coisa errada nos acontece. Ou um vírus nos assola. Queremos colo.
Procuramos por todos os aposentos da vida um aconchego. Um porto seguro. É como se gritássemos para o mundo: Oi! Tõ aqui e preciso de ajuda!
Quem abriu o link sobre a catapora deve ter lido lá como eu li a tal frase "O tratamento visa basicamente a aliviar os sintomas. Como outras doenças transmitidas por vírus, não há muito o que fazer."
É só nisso que penso agora... Aliviar os sintomas da pequena Antônia... e os meus!

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigada pela curiosidade...
minhas palavras são sinceras.
Reflexo do que vivo, ouço, vejo!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

Blog Template by YummyLolly.com