28 de jun de 2011

Só isso...


Quase não dormi a noite passada...
Tinha uma angustia inexplicável...
Os pensamentos eram os mesmos já conhecidos na minha inseparável insônia.
Apenas algo novo.
Um aperto e um medo.
Dormi.
Duas ou três horas... no máximo.
Às 5 da matina estava tão desperta que quase podia dançar frevo não fosse o frio de 4ºC.
Fiquei na cama... quietinha!
Às 7:00 a resposta do "meu aperto" : "Liz, uma emergência com minha mãe..."
Era a mensagem no celular que sentenciava meu dia à um abismo...
Não lembro o que pensei..
Só lembro de num salto correr para o chuveiro e,no frio congelante, deixar a água fervendo correr pelo corpo.
Lá chorei um pouco...
Rezei.
Respondi a mensagem: "Que hospital? Posso fazer algo?"
O que dizer para alguém numa situação como esta?
Depois tentei seguir a vida...
Não consegui..
Fui numa igreja...
Lá, por mais gelado que o dia estivesse, encontraria calor!
Ledo engano.
Lembro de caminhar pelas ruas com o vento gelado no rosto e de novo chorar...
Um misto de impotência e medo..
Vocês não vão entender este meu mimimi..
Nem precisam...
Só queria que soubessem que eu sou de carne e osso..
Sou humana..
Que amo...
Que choro..
Que rio..
Que sou feliz e triste..
Que sonho...
Não sou assim tão forte quanto a leoa do meu texto anterior...


Só isso..


1 comentários:

Crisminiaturas disse...

É difícil dizer assim de longe se te dói a alma ou o peito aflito.

Postar um comentário

Obrigada pela curiosidade...
minhas palavras são sinceras.
Reflexo do que vivo, ouço, vejo!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

Blog Template by YummyLolly.com